Compartilhar:

Mapa

Fotos

Horário de atendimento

Fechado
Dom: 08:30 às 17:00 Ter à Sáb: 08:30 às 17:00

Sobre

Espaço de lazer, contato com a natureza e tranquilidade, o Parque Ecológico da Pampulha localiza-se no bairro da Pampulha em Belo Horizonte.

Avaliações

Avalie este local

  • Marciliomartins35
    Parque pra VC ser diverte e jogo conversar com os amigos.
  • Mário Pinto De Paiva Neto
    O parque ecológico de Belo Horizonte é uma grane área verde que você pode ir sem pagar nada apenas para passear, andar de bicicleta, soltar pipa e etc. Ideal para quem tem crianças e gosta da natureza. Você pode alugar bicicletas lá mesmo para sua diversão. O lugar é bem amplo e gostei muito de caminhar observando as árvores e os pássaros, o único lado negativo é que fui no domingo e estava cheio demais, tive que parar meu carro muito longe da entrada e lá dentro crianças enlouquecidas de felicidade a toda hora passavam correndo com uma bola ou outro brinquedo. Normal; Nada como o contato com a natureza para tirar o estresse da cidade grande. Uma dica é ir ao parque ecológico para tirar uma fotos, fazer um piquenique ou até mesmo dar voltas aleatórias apenas conversando e observando os detalhes do lugar. Vale muito a pena. O parque ecológico tem muitas lixeiras, mas mesmo assim é possível ver lixo jogado no chão, mas não é culpa do parque e sim da imbecilidade do ser humano.
  • Laura Ribeiro
    O parque Ecológico da Pampulha fico logo na entrada do Marco Zero, atrás de um imenso estacionamento aberto ao público e ao lado da área de tratamento da água da Lagoa da Pampulha. O parque pode ser resumido em uma grande área verde aberta e com espaço de sobra para se fazer o que imaginar. Em meados de Julho o parque é infestado por crianças de todos os tipos que se dispõe a empinar pipa e participar dos torneios e concursos que acontecem ali. Há também a ação do coletivo Bike Anjo que acontece nessa região, na área mais interna ao parque, destinado a ensinar às pessoas a usar a bicicleta e promover passeios de tempos em tempos. O espaço tem o memorial Japão, que é apenas um cômodo pequeno rodeado por uma grande escultura moderna. Há também um restaurante próximo da lagoa central, onde quase sempre é possível avistarmos noivas e debutantes em ensaios fotográficos.
  • Dayanna Martins
    Ponto de encontros, que reuni lazer e descanso! Indicaria sim pra um passeio agradável com a família, ou com amigos ao ar livre e em meio à natureza, porque é bom conhecer e passear por aqui, mas tem que estar dispostos a andar bem, pois é bem grande, aonde possuem grande área de gramas, para fazer piqueniques ou jogar peteca, as criançadas soltar papagaios (pipas), jogar bola ou ir no parquinho de madeira que tem para as criançada, ou simplesmente tirar lindas fotos, ou fazer uma caminhada e também estão disponíveis bicicletas para alugar e andar em área que só é permitido dentro do parque ecológico mesmo ,e tem o local da sala de japonês quando você entra e se pergunta para serve esse local e eles simplesmente mostra pra sentar e ficar olha para aquela paredes em forma de bola vermelha e escutar seu silêncio e fazer meditação aonde você sente um paz total.
  • Beatriz Terra
    Localizado na Pampulha, o local é escolhido por muito como uma boa alternativa de lazer e descanso. Nos espaços ao ar livre, é possível soltar pipas, fazer uma caminhada na pista de cooper, andar nas bicicletas (que tem a possibilidade de alugar) ou brincar no playground de madeira. Uma das atrações do parque é o Memorial da Imigração Japonesa, que serve para celebrar os 100 anos da imigração japonesa no Brasil. O monumento consiste em uma ponte de aço suspensa sobre um grande espelho d¿água. As extremidades da ponte representam simbolicamente o Japão e o Estado de Minas Gerais, separados geograficamente por um oceano (representado pelo espelho d¿água), mas ligados por uma ¿ponte¿. Ao centro desse monumento,está localizado o pavilhão suspenso de arte contemporânea, que é uma sala pintada integralmente de vermelho, cor predominante nas bandeiras do Japão e de Minas. As rampas de acesso a esse pavimento também representam as duas culturas. Muito interessante!! É ideal para quem busca a união da natureza com a cultura. A entrada é franca. Vale a pena!!
  • Deni Carreiro
    O grande espaço e a imensa área verde fazem do Parque Ecológico um ambiente super bacana para curtir o domingão em família sobretudo para fazer aquele piquenique em que cada um leva uma coisa gostosa diferente e no final tem-se um banquete. As crianças também adoram o local para jogar bola, peteca, e as vezes quando passo de carro próximo ao Parque vejo um bucado de pipas no céu e a mulecada se diverte muito, mesmo porque, diria que para a prática de soltar pipas aqui na região somente é viável neste parque. Outra coisa bem bacana para se fazer é andar de bicicleta, lembrando que, você não pode levar a sua bike, visto que o próprio parque empresta as mesmas, mas dá até desânimo porque a fila para o empréstimo da bicicleta é imensa, e quando você consegue pegar pode dar uma volta de apenas 30 minutos, haja paciêcia, o melhor é dar uma caminhada ou fazer uma corrida em volta do parque ou mesmo sentar embaixo dos pés de goiaba ou árvores espalhadas pelo local. Outra coisa que me chama muito a atenção no local é a sala vermelha, que é basicamente uma sala, arredondada e vermelha (obviamente!) usada para meditação... nada de barulho, de conversa, de ruídos, só silêncio e paz...Quem vai ao Parque Ecológico tem que conhecer!
  • Daniele Mendes
    O parque ecológico da Pampulha é um ambiente verde e gigantesco, muito bom para passeio com a família, sobretudo aquela que tem crianças. Devido ao grande espaço, é possível desenvolver diversas atividades físicas, algumas até mesmo disponibilizada pelo próprio parque, como o passei de bicicleta. Tudo bem que é uma eternidade para pegar uma bike emprestada no parque, porque são muitas pessoas na fila visto que você só pode utilizar a do parque, não pode levar sua própria bike =/ E o grande problema é que as do parque estão em péssimas condições de uso. As crianças podem brincar nos brinquedos de madeira, ou soltar pipas... Mas o melhor mesmo é usar o local para um piquenique incrível em família, nas sombras das diversas árvores... Tem coisa melhor que um programinha desses?!
  • Lino Serge Amaral
    Cheio de malandros, malandras e ... por demais.
  • Kamylla Queds Roucher
    adogo o arque e vou la sempre quanto anos tenho pra ir la?so 15 e adoro levar minha filha de 2 anos la e o meu filho de 1 ano
  • Dimas Mansur
    Adoro Otimo lugar Compensa levar os filhos Ou a si mesmo

Baixe o aplicativo do Apontador e encontre os locais que você procura com rapidez.