Biblioteca Nacional

(20 avaliações)
Compartilhar:

Mapa

Horário de atendimento

Horário de atendimento não informado

Sobre

O prédio em estilo neoclássico, circundado de colunas corínticas, é um projeto de Francisco Marcelino de Souza Aguiar, inaugurado em 1910. Seu acervo reúne cerca de 9 milhões de peças entre raridades, como cartas da princesa Isabel, os primeiros jornais impressos no país, além de muitos documentos históricos como os dois exemplares da Bíblia de Mogúncia, impressa em 1462. A Fundação Biblioteca Nacional (FBN) é a maior biblioteca da América Latina e uma das maiores do mundo. A mais antiga instituição cultural do país possui expressivo acervo bibliográfico e documental. O público tem acesso à pesquisa por meio das seguintes áreas de atendimento: Acervo Geral - formado pelos setores de Referência, Publicações Seriadas, Obras Gerais e Informação Documental; Acervo Especial - formado pelos setores de Iconografia, manuscritos, Obras raras, cartografia e Música & Arquivo Sonoro. Local: Entrada pela rua México, s/n Centro (acesso pelo jardim da Biblioteca Nacional) Ter-Sex, 10-18h Sáb, 10-17h Dom, 12-17h Entrada franca

Outras informações

Nenhuma informação disponível ainda.

Avaliações

Avalie este local

  • Amanda Siqueira

    25/02/2015
    Você sabia que a Biblioteca Nacional é uma das maiores bibliotecas do mundo? É verdade! O acervo é enorme e os livros que são produzidos no Brasil são catalogados lá. Muita coisa mesmo! A biblioteca tem importância histórica e foi responsável por parte do acervo da Corte Portuguesa no período do Império. Há muito material histórico para pesquisa, que pode ser analisados através de microfilmes. Os jornais de época também estão disponíveis para pesquisa. E qualquer pessoa pode pesquisar, basta levar um documento e entrar apenas com o material autorizado, deixando bolsas e mochilas em armários disponíveis por lá. O local também faz registro de direitos autorais de textos e músicas. O prédio histórico impressiona por sua arquitetura e por suas salas. Quem precisar realizar pesquisas pode ir durante a semana e também aos sábados, de 10h30 às 15hs. Além de pesquisadores, todos são bem-vindos. Há livros para todos os gostos e idades!
  • Santinho Santiago

    23/05/2014
    Localizada no centro da cidade, com certeza é um dos grandes patrimônios culturais do nosso país! Um passeio maravilhoso a ser feito com crianças, que sempre ficam encantadas pelas dimensões da biblioteca, e isso acaba despertando o interesse pela leitura. A Biblioteca não é apenas frequentada por visitantes ou turistas, ele é muito utilizada por alunos de escolas e faculdades que utilizam o espaço para pesquisas e estudos. RECOMENDO, essa é a base da nossa cultura e merece ser valorizada! #ficaadica
  • Viagem E Viagem

    08/03/2015
    teve início com a chegada da família real ao Brasil, trazendo um acervo de 60 mil peças. D. João fundou a Real Biblioteca Nacional. Até 1814, apenas os estudiosos podiam consultar a biblioteca e, mesmo assim, mediante autorização régia. Depois dessa data, o acesso foi liberado ao público. Quando, em 1821, a Família Real regressou a Portugal, D. João VI levou de volta grande parte dos manuscritos do acervo. Após a Independência, em 1822, passou a ser propriedade do Império do Brasil, pois sua compra consta da Convenção Adicional ao Tratado de Amizade e Aliança firmado entre Brasil e Portugal, em 29 de agosto de 1825. Pelos bens deixados no Brasil a Família Real foi indenizada em dois milhões de libras esterlinas, desse valor, oitocentos contos de réis destinavam-se ao pagamento da Real Biblioteca, que passou a se chamar, então, Biblioteca Imperial e Pública da Corte. Veja mais: http://viagemeviagem.com.br/biblioteca-nacional-rio-de-janeiro/
  • Gustavo C M

    24/03/2014
    Me ajudou muito no trabalho de artes e também muito interessante!!!

Baixe o aplicativo do Apontador e encontre os locais que você procura com rapidez.