Rua Santo Antônio, 570, (R. Maj. Diogo), Bela Vista, São Paulo - SP, CEP: 01314-000
Compartilhar:

Mapa

Horário de atendimento

Horário de atendimento não informado

Sobre

Um túnel de luz de 20 metros de comprimento faz a ligação entre o mundo exterior e o "universo Hot Hot ". No piso superior encontra-se o lounge, um grande bar, chapelaria, caixas e banheiros. Um padrão gráfico que remete aos anos 70, com grande efeito óptico foi especialmente desenhado para este espaço. O banheiro superior é um caso à parte: todo dourado, o espaço foi apelidado de "Golden Shower ".No piso inferior está localizada a pista, um segundo bar, mais caixas, mais banheiros, uma área VIP com camarotes, além de um camarim. O sistema de som Funktion-One é inovador e usado em grandes casas de espetáculos e shows de bandas.

Outras informações

Formas de pagamento

American Express - Diners Club - Mastercard - Visa - Visa Electron - REDESHOP - Maestro - Dinheiro

Serviços adicionais

Manobrista - Número de Lugares - Pista de Dança - Comanda individual

Avaliações

Avalie este local

  • Izabela Souza
    Já fui em diversas festas na hot hot e nunca me desapontei. A acústica é ótima, a decoração é linda, e mesmo se você estiver acabada depois da festa, tem uns sofázinhos para você descansar até seus amigos resolverem ir embora também. Eu só acho ruim duas coisas: a parte da pista/shows é a subterrânea e lá é muito quente. Não há ventilação que aguente ali. A localização da casa também é complicada. Os taxistas do Anhangabaú sempre exploram fazendo vários caminhos loucos para chegar até a casa e assim fazer você pagar mais na corrida. Não acho caro. Nem a água, suco ou bebidas alcoólicas. Gosto muito de lá e vou sempre que posso. Não tem estacionamento perto. Ou você confia nos flanelinhas da rua, ou você tenta a sorte em outros locais próximos para estacionar. Para ir embora, ir até o metrô só com um grupinho, não o tente sozinho. Valor médio de gasto (bebendo beeem): $80. Consulte a festa que terá no dia de sua ida e o valor de entrada.
  • Josiane Joveli
    A casa lembra um pouco das baladas Nova Yorkinas: um porão escondido rolando um som muito legal. E com pessoas descoladas. A Hot Hot é uma das casas mais ecléticas de São Paulo, tanto pelo público que frequenta e pelo som. Os djs sempre bombando no som, fazendo todo mundo dançar até amanhecer. São dois andares, no andar superior funciona o bar, uma espécie de lounge, onde os mais cansados sobem para descansar ou tomar um ar. O fumódromo fica na rua, e sempre há uma aglomeração, já que muitos frequentadores fumam. Na pista de dança, as pessoas dançam incansavelmente. Há alguns totens onde vc pode subir, dançar a fazer amizades sem medo. Sempre há fila para entrar, quem deixa o carro no vallet, tem acesso direto a casa.
  • Luana Ming
    A Hot hot tem um conceito inovador. Foi uma das primeiras casas de São Paulo a investir em luzes de alta qualidade Led e boa música. Fui dançar e não me desapontei com o som. A unica coisa que me desagrada é sua localidade. Gostaria que ela estivesse em volta de mais casas noturnas. Até mesmo mais próximo de metrô e locais para pegar táxi.
  • Maria Cristina Trigo De Oliveira Sá
    O sistema de som Funktion-One é inovador e usado em grandes casas de espetáculos e shows de bandas.
  • Kassiac54
    Ao comando do bozo , a festa ? maravilhosa!!
  • Stefany Henrique
    A casa tem um tamanho excelente, decoração é única, o bar do lobby é grande sem muito sacrificio para pegar bebida, banheiro sempre bem limpo e agradavel, afinal a carismatica funcionária Sula cuida muito bem do seu serviço, sula é uma funcionária da casa, ao mesmo tempo esta limpando ou dançando, uma figura... Local é único.
  • Karina Brandao
    Dizem que as pessoas fazem o lugar, concordo, porque lá não é muito bem frequentado. Talvez o fato de eu ter ido em open bar seja o motivo, juventude bêbada em excesso, vomitando, desesperados para "curtir", desnecessário isso. Por outro lado, o ambiente é legal, psicodélico, música boa e bem animado.
  • Victor Soldo
    Deixe sua dica para este local
  • Evandro Siol
    Ambiente psicodélico, bem style e meio alternativo. Há um espaço para descansar e um bar no térreo; a pista fica no subsolo, pra quem não sabe beber, descer dois lances curtos de escadas pode ser complicado, mas não vi ninguém cair numa noite Open Bar. Ah, o banheiro é unissex...
  • Rogério
    A casa é engraçada, parece um sobradao cheio de subidas e descidas. Isso pra quem já tomou umas é uma armadilha, principalmente pras mulheres que não saem seus tradicionais saltos e até pra subir da pista pro lobby tem uma armadilha, uma espécie de ferro que se tiver desapercebido você bate a cabeça e vê estrelas. Mas achei o visual da casa legal, a pistona ai estilo porão, o som bate forte, no dia que eu fui quem tocou foi Mau Mau e Rodrigo Ferrari, mas acho que o Mau Mau tava tão empolgado que deixou o Ferrari só tocar quase as quatro e meia. Mas vale a pena dar uma conferida na casa. Bem no coração de São Paulo.

Baixe o aplicativo do Apontador e encontre os locais que você procura com rapidez.