[COVID-19] Encontre estabelecimentos essenciais abertos na sua cidade e fique informado sobre a pandemia do Coronavírus. SAIBA MAIS
Avenida Europa, 158, Jardim Europa, São Paulo - SP, CEP: 01449-001
Compartilhar:

Mapa

Fotos

Horário de atendimento

Aberto
Dom: 11:00 às 20:00 Ter à Sáb: 12:00 às 21:00

Sobre

O Museu da Arte e Som é dedicado a conservar o som e a imagem da vida brasileira, de modo social, humano e cultural. A programação do museu se baseia em debates, filmes, apresentações musicais, palestras, fotografia e artes. O museu ainda conta com uma ampla biblioteca e LabMIS que é um centro de pesquisa voltado às mídias.

Outras informações

Formas de pagamento

Visa Electron - Maestro - Dinheiro

Serviços adicionais

Valor entrada

Avaliações

Avalie este local

  • Prof. Particular De Música - Guitarra E Violão Popular - Bela Vista SP
    Visitei, gostei e recomendo!
  • Prof. Particular De Música - Guitarra E Violão Popular - Bela Vista SP
    Visitei, gostei e recomendo.
  • Larissa Yurie Maruyama
    Dedicado à exposições que envolvam imagem e som, o MIS (Museu da Imagem e do Som) tem se virado bem na organização de suas mostras. Pegos por uma avalanche de público na época em que homenagearam o Castelo Rá-Tim-Bum, criaram soluções eficazes e criativas para evitar a lotação do local e filas excessivas, como vendas antecipadas online, passeios noturno e prorrogação da data de fechamento da exposição. Gosto da estrutura do local e sempre fui muito bem recebida. Já aconteceu de uma atendente ter me entregado entradas inválidas e, apesar da parte burocrática, a responsável controlou a situação e garantiu a minha entrada. Para quem não souber, o MIS sempre conta com exposições que discutem temas atuais e a entrada para qualquer exposição é gratuita às terças. O museu possui estacionamento, mas, para quem preferir ir de transporte público, o caminho mais prático é descer na estação Consolação, da linha 2-Verde do Metrô, e pegar algumas opções de ônibus na Rua Augusta sentido Jardins, como o Pinheiros, Butantã e Cidade Universitária.
  • Ray Filho
    O Núcleo Educativo do MIS atua no segmento da educação não-formal sistematizada, desenvolvendo projetos de formação crítica para alunos, professores e público geral através de visitas mediadas, oficinas, cursos, palestras e diversas outras ações. A equipe é composta por educadores de diferentes áreas acadêmicas e possui formação continuada, atualizando-se no cenário da arte-educação e desenvolvendo pesquisas e ações específicas para cada exposição em cartaz. A maior dedicação do Núcleo são as VISITAS MEDIADAS. As visitas mediadas têm duração de 90 minutos, ocorrem nas exposições do museu, e são sempre conduzidas por um educador com formação no assunto. Elaboradas para diversos perfis de grupos ¿ escolares, universitários e instituições sociais ¿ as visitas apresentam os conteúdos do museu através de metodologias específicas para diferentes faixas etárias e ciclos escolares. ¿ Formação de professores ¿ Ao longo do ano, são realizados seis encontros para professores. Estes encontros, em formato de workshop, visam oferecer possibilidades de trabalho em sala de aula para os conteúdos das exposições do MIS, dessa forma, o professor consegue preparar seus alunos antes da visita, e dar continuidade aos assuntos abordados no museu. Em 2015, os encontros serão realizados nos meses de abril, maio, junho, julho, agosto e setembro. ¿ Projeto Acessa MIS ¿ Com edições trimestrais, o Acessa MIS, projeto de acessibilidade, busca a aproximação de públicos com deficiências ao universo cultural do museu, através de visitas mediadas e atividades práticas. ¿ Projeto MIS+60 ¿ Atendendo a crescente demanda, o Núcleo Educativo desenvolve visitas especiais para público idoso com atividades de ateliê. As instituições interessadas podem efetuar normalmente o agendamento, especificando a faixa etária no formulário. ¿ Cineclube do Educativo - Projeto mensal de formação de público com exibição de filme acompanhado por debate com educadores do museu. A seleção de filmes é feita para apresentar clássicos do cinema ao público adolescente. Acontece toda segunda sexta-feira de cada mês, sem necessidade de inscrição prévia. ¿ Diálogos MIS ¿ Grupo mensal de discussões com o Núcleo Educativo aberto ao público. Em 2015, serão lidos e discutidos textos clássicos de fotografia e cinema, em paralelo às exposições em cartaz do museu. ¿ Projeto Hyperlink ¿ Desenvolvido em parceria com escolas da rede pública, o projeto consiste em uma visita educativa com duração de dois dias, na qual os alunos realizam oficinas práticas e participam de bate-papo com artistas em cartaz no MIS, na exposição Nova Fotografia. ¿ Oficinas mensais ¿ Todos os meses, o Núcleo realiza ao menos uma oficina audiovisual aberta ao público, aos sábados.
  • Vania De Oliveira
    ¿Excelente local para mostras e exposições¿ Já fui em exposições no MIS e acho o local bastante agradável e grande o suficiente para comportar eventos de médio porte. Em meio ao jardim Europa, o único problema é o acesso. Há um estacionamento com vallet de preço abusivo, que muitas vezes não atende, pois por ser pequeno, lota rápido.
  • Amany Oliveira
    Já faz um bom tempo que o Museu da Imagem e do Som mais conhecido com MIS e tornou um dos locais mais requisitados da cidade, pois acrescentou em sua programação a exposição do Castelo Rá-Tim-Bum, uma homenagem ao programa infantil da TV Cultura, sucesso para o público nascido nos anos 90. Localizado no Jardim Europa, bairro da zona sul da cidade de São Paulo o museu foi inaugurado em 1970 e é um museu muito bem estruturado, grande é um lugar propicio para receber grandes exposições. O MIS tem um rico acervo que há mais de 100 mil itens e dedicado ao som e a imagem de modo humano e cultural. A programação é bem variada com algumas exposições, filmes e apresentações musicais. O museu ainda conta com uma ampla biblioteca e LabMIS que é um centro de pesquisa voltado às mídias.Eu indico que todos conheçam porque é um ótimo passeio para toda família.
  • Nathan Queija
    O MIS ( museu da imagem e do som ) tem sido pra mim o melhor centro de cultura na cidade de São Paulo. Eu digo isso pela qualidade da programação que tem rolado lá. As exposições são ótima tanto de estrutura quanto de conteúdo. Já rolou exposição do Stanley Kubrick e agora está em cartaz a famosa exposição do castelo Ra tim Bum que tem lotamento esgotado todos os dias. Isso sem falar no resto das programações que rolam lá. Vale a pena ficar ligado e conhecer o lugar. Tem uma festa que rola lá de vez em quando que tem umas comidas muito boas. O lugar é bem organizado e tranquilo. O ruim é o acesso, pra quem vai de carro o lugar é horrível pra estacionar. Na frente esquece que você não consegue porque nem pode, é uma luta conseguir vaga nos arredores. E de transporte público tem que descer no metrô e pegar um ônibus.
  • Juliano Emidio Mendes
    O Museu da Imagem e do Som ¿ MIS ¿ é o lugar onde se encontra exposições das novas mídias que surgiram e surgem no decorrer da nossa história. Como eles mesmo descrevem em seu site, o objetivo do MIS é ¿adotar as tendências museológicas mais avançadas para conseguir o caráter de museu moderno e ter como matéria a comunicação de massa, apoiada em recursos de imagens e de sons, para, assim, ser um museu vivo¿. Mas vou deixar, neste post, um pouco de lado algumas coisas para falar um pouco da exposição que recentemente deu uma visibilidade maior ao museu: Castelo Rá-Tim-Bum. Quem, nascido no final da década de oitenta e no começo da de noventa não conhece o seriado da TV cultura? O MIS teve a ideia de ¿reconstruir¿ o Castelo. A exposição é linda e muito fiel ao original. Aliás, os bonecos e figurinos expostos são os originais. É um sentimento incrível ver o porteiro, o quero da Morgana, a árvore da Celeste, o Lustre do Castelo e todos os outros ambientes. É uma experiência inesquecível para quem visita a exposição, principalmente para quem viveu a época que o programa estava no ar. O museu e, consequentemente, a exposição e é aberta de terça a domingo das 08h00 às 20h00.
  • Cecilia Moreira
    No Jardim Europa o museu ocupa um espaço muito legal e organizado. Com espaço ao ar livre aonde tém várias obras e nos finais de semana existe uma feirinha. No museu você encontra exposições de arte, fotografia e cinema, é um museo mais alternativo e bem focado nas artes visuais. Eles costumam fazer noites temáticas, por exemplo na noite de halloween teve vários filmes de terror sendo exibidos, teve filmes ao ar livre, no dia da conciência negra teve apresentações e comidas típicas na parte de fora do museu, já teve apresentações de jazz e as famosas festas sunset, que são festas no final da tarde com diferente dj´s discotecando. Antigamente estas festas eram gratuitas e agora você pode comprar ingressos no museu ou online. Elas costumam ficar bem lotadas com filas para entrar, pegar bebidas e até para ir ao banheiro. Ficaram muito na moda e até as vezes chega a ter revenda de ingressos na porta.
  • Daniela Santos
    Conheci o MIS durante o primeiro festival internacional de curtas que prestigiei e, desde então, tornou-se um dos museus que mais gosto de ir. Localizado numa área ampla, o prédio que abriga o Museu, possui vários ambientes como sala de cinema, galeria de artes, CEDOC, laboratórios e uma cafeteria com jardim. Além de exposições exclusivas e cobiçadas - como as recentes: David Bowie e Stanley Kubrick - o Museu oferece cursos e oficinas todos na área de áudio visual, comunicação ou cinema. A sala de cinema não é tão confortável, mas não chega a incomodar Na cafeteria, peça o cappuccino, ou nos dias frios um chocolate quente, ambos preparados com dedicação. A exposição do momento é a "Castelo RÁ-Tim-Bum", com acervo composto de cenários e figurinos.Um espaço de extrema importância para a memória audiovisual de nossa cidade além de um passeio ideal e agradável para ir com amigos, família, namorado(a) ou até sozinho(a)

Baixe o aplicativo do Apontador e encontre os locais que você procura com rapidez.